domingo, 31 de julho de 2011

Brasil: o Livro do Tempo


Luís A. W. Salvi, Editorial Agartha, 2011, 436 p., R$ 60,00
.
O Brasil é em si um universo, um país que comporta realidades múltiplas, completamente diferenciadas entre si. Cada região representa, por si só, um grande reino, rico em história, diversificado em natureza e matizado por diferentes etnias. Por sua dimensão geográfica, sua especial formação histórica e sua complexidade racial, ao mesmo tempo em que se constitui um todo, o Brasil é como um grande livro que apenas pode ser lido aos poucos, página por página.
Apenas o tempo pode realmente decifrar seus mistérios e contar sua história, e por tudo que é possível estimar que há de acontecer nestas terras, esta história está apenas começando, apesar de ser apenas uma nova história, sobre tantas outras passadas. É esta nova, jovem história, todavia, que nos propomos contar, sem temer semear os sonhos que sedimentam os seus passos futuros, entrevistos não tanto em nossos próprios desejos, mas sim nos próprios ideais dos povos, incrustrados com linhas várias no próprio tecido do tempo.
Apenas o tempo pode realmente decifrar seus mistérios e contar sua história, e por tudo que é possível estimar que há de acontecer nestas terras, esta história está apenas começando, apesar de ser apenas uma nova história, sobre tantas outras passadas. É esta nova, jovem história, todavia, que nos propomos contar, sem temer semear os sonhos que sedimentam os seus passos futuros, entrevistos não tanto em nossos próprios desejos, mas sim nos próprios ideais dos povos, incrustrados com linhas várias no próprio tecido do tempo.
BRASIL: O LIVRO DO TEMPO é, basicamente uma análise da história brasileira segundo a sua evolução sócio-regional cíclica, assim como um breve tratado aplicado de filosofia política & ciências sociais. É um livro que tem a virtude de conferir maior visibilidade aos vários Brasís, enfatizando a natureza social e a personalidade histórica cada região, ou numa palavra, a sua mais lídima vocação.
Com sua abordagem pró-regionalista, esta obra pretende também apurar a consciência regional e acelerar as medidas necessárias à sua organização política, como uma esfera específica de poder, como é uma das propostas ou pilares deste trabalho.
Neste sentido, esta é uma obra francamente milenarista, que prevê a Civilização sequer a longo prazo, mas para a Eternidade mesmo.
.
Clique na capa para ver maior
PEDIDOS
HOME

Nenhum comentário:

Postar um comentário